Arquivo da categoria: NOTÍCIAS

Convite para o Abraço ao Parque – 21 de julho de 2018 – 10:00

Convite para o Abraço ao Parque

Abraço

Dia 21 de julho de 2018 – 10:00
Av. Vila Ema, 1523

https://www.facebook.com/events/189015481790151/?ti=as

A Luta do Parque Vila Ema

Há 8 anos a população luta para que uma área de mata atlântica no meio da cidade de São Paulo seja preservada. O chamamos de Parque Vila Ema. Uma chácara preservada que resistiu a urbanização e desde 2010 vem sendo ameaçada pela construtora Tecnisa, que insiste em construir torres de apartamentos no local.

A área hoje é de Utilidade Pública conforme decreto municipal, além de ser ZEPAM (Zona Especial de Proteção Ambiental), está também incluída no Plano Municipal de Mata Atlântica.

Dois projetos de lei foram criados para a criação do parque, além do Ministério Público manter uma inquérito civil contra o desmatamento da área.

Mas nada disso impede que o projeto da Tecnisa, indeferido por 3 vezes anteriormente e novamente protocolado antes do Plano Diretor, aproveitando-se da brecha da lei do protocolo e novamente indeferido por 2 vezes, continue ativo na prefeitura.

O Movimento do Parque Vila Ema quer que esse projeto seja indeferido permanentemente, já que temos todos os motivos para preservar a área.

-Laudo ambiental do MP que cita as leis da Mata Atlântica que protegem a área.
-Laudo do IGC que atesta nascentes e veio de água embaixo do terreno.
-Decreto Estadual de n° 30.443, de 20/09/1989.
-ZEPAM – Zona Especial de Proteção Ambiental
-PMMA – Plano Municipal da Mata Atlântica
-Mais de 30 tipos de pássaros catalogados na área, inclusive tucanos, papagaios, falcões etc.

-Pelo menos 447 árvores, muitas da mata atlântica e algumas em extinção.

Site do movimento: https://vivaoparque.wordpress.com

Referências:

Laudo Técnico Ministério Público
https://vivaoparque.wordpress.com/2014/07/20/arquivos-laudo-tecnico-sobre-a-area/

Laudo IGC
https://vivaoparque.wordpress.com/2018/07/09/laudo-do-igc-atesta-rio-no-terreno/

Decreto Estadual
https://vivaoparque.wordpress.com/2016/09/22/explicando-o-decreto-estadual-que-protege-o-parque-vila-ema/

PÁSSAROS
https://vivaoparque.wordpress.com/2010/09/06/conheca-os-passaros-da-vila-ema/

PMMA
https://vivaoparque.wordpress.com/2016/08/22/video-parque-vila-ema-no-pmma/

Anúncios

Vitória! – Decreto de Utilidade Pública renovado

Boa notícia! O DUP do Parque Vila Ema foi renovado pelo prefeito em exercício Bruno Covas, após o compromisso do Secretário do Verde, Gilberto Natalini, em dar prosseguimento ao processo. Não podemos deixar de citar a vereadora Juliana Cardoso que deu todo o apoio ao movimento para que este passo fosse dado.

Agora é seguir a luta para que seja feita a desapropriação. Lembrando que a área é ZEPAM (Zona Especial de Proteção Ambiental) e seu valor deve ser proporcional aos 10% passíveis de construção.

decreto-57798-de-25-07-2017-ParqueVilaEma

Texto para indexação:
DECRETO Nº 57.798, DE 25 DE JULHO DE 2017
Declara de utilidade pública, para desapropriação, imóveis particulares situados no Distrito de Água Rasa, Prefeitura Regional da Mooca, necessários à implantação de parque municipal.
BRUNO COVAS, Vice-Prefeito, em exercício no cargo de Prefeito do Município de São Paulo, no uso das atribuições que lhe são conferidas por lei e na conformidade do disposto nos artigos 5º, alínea “k” e 6º do Decreto-lei Federal nº 3.365, de 21 de junho de 1941,
D E C R E T A:
Art. 1º Ficam declarados de utilidade pública, para serem desapropriados judicialmente ou adquiridos mediante acordo, os imóveis particulares situados no Distrito de Água Rasa, Prefeitura Regional da Mooca, necessários à implantação de parque municipal, contidos na área de 17.300,00m² (dezessete mil e trezentos metros quadrados), delimitada pelo perímetro 1-2-3-4-5-6-7-8-9-10-11-12-13-1 indicado na planta P-31.159-A2 do arquivo do Departamento de Desapropriações, cuja cópia se encontra juntada à fl. 235 do processo administrativo nº 2016-0.246.711-7.
Art. 2º As despesas decorrentes da execução deste decreto correrão por conta das dotações próprias consignadas no orçamento de cada exercício
Art. 3º Este decreto entrará em vigor na data de sua publicação.
PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO, aos 25 de julho de 2017, 464º da fundação de São Paulo.
BRUNO COVAS, Prefeito em Exercício
ANDERSON POMINI, Secretário Municipal de Justiça
JULIO FRANCISCO SEMEGHINI NETO, Secretário do Governo Municipal
Publicado na Secretaria do Governo Municipal, em 25 de julho de 2017.

Explicando o decreto estadual que protege o Parque Vila Ema

Conforme mostramos a algumas postagens, o alvará de construção foi negado para a Tecnisa.

Neste post, vamos detalhar o Decreto Estadual que protege a área.

O Decreto é o n° 30.443, de 20/09/1989.  Clique aqui para ler na íntegra.

Com base em leis federais, eles declaram.

Artigo 1.º – Ficam considerados patrimônio ambiental os exemplares arbóreos classificados e descritos no documento “Vegetação Significativa do Município de São Paulo“, que faz parte integrante do presente decreto, encontrando-se seu exemplar depositado e registrado na Seção de Documentação da Secretaria do Meio Ambiente.

Este documento, citado acima pode ser encontrado neste link:

http://atlasambiental.prefeitura.sp.gov.br/conteudo/cobertura_vegetal/vegetacao_significativa.htm

Nesta carta (36), é possível ver o Parque Vila Ema, classificado como “J”, que na legenda diz: Jardins de residências.

Portanto, está sim o Parque Vila Ema protegido, além da Zepam, do PMMA, por uma Lei Estadual.

Abaixo reportagem da FolhaVP, a respeito de reunião na prefeitura onde se discutiu esse assunto.


FolhaVP-09-09-2016.png

 

Reportagem TV Gazeta – 30/05/2015 – Parque Vila Ema

https://www.youtube.com/watch?v=4X7Hoy2ILos

Há mais de cinco anos, moradores da vila ema, na zona leste de São Paulo, se mobilizam para que um terreno – que abriga quase quinhentas árvores – seja transformado em parque. Mas a área pertence a uma construtora que quer erguer um empreendimento no local.
Repórter: Carla Rodeiro

NOVOS PARQUES VILA EMA E AUGUSTA FICAM NO PROJETO

Após pressão de moradores da Zona Leste e do Centro, São Paulo viu a possibilidade de novos parques, o Augusta e Vila Ema, serem abertos à população. No entanto, os projetos ainda não saíram do papel. Em nota, a Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente afirma que foi solicitada à Secretaria de Planejamento a liberação de quase 12 milhões de reais para a implementação do parque Vila Ema. De acordo com a pasta, o decreto de utilidade pública para a implantação do parque expira em dezembro de 2015.

Piquenique e ato público pelo Parque Vila Ema!

Vem aí o 5º Ato em Defesa dos Parques Ameaçados de S. Paulo!

POSTER-ATO-PUBLICO

Agora na Vila Ema! A luta pelo verde na cidade de São Paulo unida mais uma vez por um futuro melhor!

Quando: Sábado, 26 de julho às 15:00
Onde: Av. Vila Ema, 1513 (esquina com Rua Batuns) – São Paulo – SP

Evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/1469762469933367/

Juntos somos mais fortes, divulguem e tragam suas faixas, cartazes, instrumentos musicais, cesta de pic nic, toalha, etc…

Venha conhecer e confraternizar com pessoas que não deixam de lutar pelo direito a ar puro, água, bem estar e tudo de bom que um Parque pode proporcionar!

Um abraço,

Equipe do Movimento VivaoParque.